Jovens inglesas ganham iPhones para usar em salas de aula

A ideia é fazer com que essa ferramenta aumente o interesse das alunas para estudar álgebra, história e até memorizar a tabela periódica.

Globalização é isso!

“Estamos projetando a sala do futuro. Acredito que não haverá computadores como conhecemos. Com esses aparelhos, conseguimos fazer com que nossas alunas fiquem conectadas o tempo todo e mais entusiasmadas com os estudos”, disse Stephen Byrne, diretor assistente da escola ao jornal britânico Daily Mail.

Tá, educação inglesa sem dúvidas é uma das melhores do mundo, agora tenta fazer isso aqui no Brasil.  Como diria o poeta MC Marcinho: “O impossível de repente pode acontecer”.

Simples assim.

Anúncios