O tempo passa e pessoas mudam. O tempo passa e faz pessoas se afastarem. O tempo passa e alguns sentimentos não mudam e nem são esquecidos, independente se eles são demonstrados ou não.

E é por isso que sempre leio a Caixa de Achismos da minha (ainda e sempre) irmã Anna Deyse. E agora, ganhei um novo ponto de referência diário (ou sempre que ela postar), que é o da Guria Agridoce, Tanane (minha amiga de sempre e pra sempre). 

Ah, como gosto de ler seus textos, seus pensamentos, neuras, revoltas, baixos e altos em relação ao humor, poemas, frases. Gostos sobre músicas, livros, séries, filmes… e sei que nunca vou conseguir escrever tão bem quanto elas. Sério, gosto muito do jeito que elas organizam cada ideia e da forma que se auto avaliam (eu rio). Mas também, Dê é jornalista e Nane é publicitária. E desde sempre adoram ler, ler e ler, escrever, escrever e escrever, resultado: Nos brindam com bons textos. E me fizeram ter vontade de voltar a ler coisas mais produtivas, já que ultimamente eu só acesso na internet blogs de comédia, jornalismo esportivo (notícias sobre futebol e basquete em geral), pornôzinho, notas rápidas sobre acontecimentos no mundo e algumas notícias locais.

Enfim, me recuso à descrever o gênero de suas escritas e/ou sobre o que elas escrevem (na verdade não posso, não retrataria na real o que é cada blog). Só posso dizer que adoro. Veja você mesmo. Aqui e Aqui.

“Pessoas vêm e vão, momentos vêm e ficam em forma de lembraça, mas sei que nada daquilo q eu perdi vale mais a pena que aquilo que eu consegui e vivi”.

Anúncios