Odeio comprar roupas. Odeio ter que escolher qual camiseta/calça/cueca levar. Odeio ter que pensar em sair de casa pra ir a uma loja escolher e comprar roupa. Primeiro porque eu não tenho dinheiro, e isso me tira várias opções. E se eu tiver que escolher entre duas camisas, por exemplo, eu escolho uma e depois fico pensando na que eu deixei de levar. Se eu tivesse dinheiro levava todas que eu gostei e pronto. CONSUMISMO/CAPITALISMO. Segundo, eu não suporto vendedores. Todos eles são treinados para atender bem, ou pelo menos deveriam. E a maioria deles atende bem. Mas eu ficar experimentando roupa enquanto ela(e) faz cara de paisagem achando tudo ótimo em você pra depois eu ter que dizer: “não vou levar nada, obrigado” me dá náuseas. Coitado(a) do(a) vendedor(a). Eu compro nem que seja um par de meias pra garantir o mínimo da comissão dele(a). E outra. Ele(a) está pouco se lixando se a roupa ficou boa ou não. Se essa camiseta/calça é mais bonita que aquela. Eles(as) só querem que você COMPRE. Porque eles ganham comissão!!!! E por isso eles ficam tão com cara-de-cú quando você não compra. E isso me dá mais náuseas. Detesto quando ouço aquele “obrigado senhor, volte sempre.” com um tom de pesar que mais parece “vai se ferrar carinha-que-não-gosta-de-nada, só volte se for comprar alguma coisa seu liso.” Isso dói. Tem vendedor(a) que ainda é ao menos simpático mesmo fazendo a gente perder a paciência, forçando, empurrando roupa que eu não quero comprar. E sem contar com aqueles(as) vendedores de porta-de-loja. Que mesmo que eu vá a uma loja de marca, eu vou ter passar em frente às LI-QUI-DA-ÇÕ-IS (com I mesmo). Já me ofereceram cueca pra comprar com os dizeres: “pode experimentar”. PORRA, vou experimentar?! E se eu não gostar?! Quem já experimentou antes e não gostou?! Duas palavras, depois que eu ri muito do que a moça falou: SEM NOÇÃO. Mas essas vendedoras sempre dão um upgrade no nosso ego. “Oi rapaz bonito, venha experimentar uma blusa/calça”, “oi lindinho…”, “ei gatinho…”, “que moço bonito, não gostaria de ver umas roupas…”… e por aí vai. E por falar em cuecas, até parei de usar cuecas para não precisar ter que comprá-las. Apenas tênis eu tenho paciência de escolher e comprar, porque até meias eu pego as que vem de brinde com o tênis, e só. Entre outros motivos… Odeio comprar roupa. Odeio ter que escolher roupas. Odeio ter que pensar em sair de casa para ir a uma loja escolher e comprar roupa.

Já dizia o poeta: “eu não compro roupa por isso eu ando roto” (BALEIRO, zeca, 2000).

Anúncios