Final do ano chegando,  festas, comemorações familiares, trabalho, aimgos do bairro, faculdade etc. E o que é mais comum: AMIGO OCULTO. Que já deveria ter deixado de ser chamado assim porque sempre alguem conta quem foi que tirou ou, em casos de estupidêz ácida, deixa escapar sem querer. Ou até mesmo quem adora falar, fica dando dica, até todo mundo ficar sabendo faltando 2 semanas pra festa.

A verdade é que nem todo mundo sabe guardar segredo. Problema. Em um amigo oculto você sabe em quem pode e em quem não pode contar um segredo de verdade. Se não sabia, agora vai saber. É difícil guardar segredo, não digo por mim, mas já arranquei alguns segredos por ae, algumas pessoas têm necessidade de contar, botar pra fora. E outras simplesmente sentem prazer em espalhar uma fofoca nova.

Um nome apropriado para substituir AMIGO OCULTO sería: “Troca de presente entre amigos”. Afinal de contas, em determinados anos todo mundo já sabia quem todo mundo tinha tirado.

Possíveis motivos para contar quem você tirou:

*Você é fofoqueiro(a), e definitivamente não sabe guardar segredo.

*Você precisa de ajuda pra escolher o presente. Ex.: Um tiozinho de meia idade tira a estagiária novinha, gostosinha do trabalho, não sabe o que dar, pede ajuda da tiazinha de meia idade que se sente a gostosinha ainda, pra escolher o presente. Etc…

*Você foi burro(a) e esqueceu o papelzinho em cima da mesa, ou jogou no lixo sem rasgar. A curiosidade de outras pessoas é capaz de fazê-las pegar esse papelzinho no lixo.

*Tem um(a) amigo(a) pentelho(a) que fica perguntando quem vc tirou, e pedindo dicas, e enchendo o saco. “Vai t$#$ no C# eu tirei fulano!!”

E a beleza disso tudo está na coisa mais visada desse maravilhoso evento. Os presentes!!! E como não poderia deixar de ser? Se estipulam um preço mínimo (ex.: R$20,00) e o máximo de acordo com sua afinidade com a pessoa. Puuutzzz.. se no trabalho eu tirar uma pessoa que eu quase não falo, ou na família tirar aquela tia enjoada, vou comprar um cd do Latino de R$22,00 achando caro e todo mundo vai saber que eu não tenho afinidade com a pessoa??? Acho que não né? É furada esse lance de estipular preço pela afinidade. E se for pelas condições financeiras todo mundo vai saber que eu gastei o dinheiro todo com presentes pra mim e só sobrou o suficiente pra comprar um presentinho do R$1,99. (um abarjurzinho de R$8,99 na promoção, por que ele custava R$10,99), e ainda vão me chamar de egoísta.

Mas o pior não é o que você dá, e sim o que recebe. Eu conto nos dedos as vezes que eu me dei bem em “amigos ocultos”. Ou seja, que eu recebi um presente legal depois de ter dado um presente manero. Geralmente eu ganho camisa do Boca Juniors (do camelô), bandeira de R$10,00, carrinho de controle remoto/gibi/raquete de ping pong usados, e em anos diferentes. E por ae vai. E tudo isso dando presentes caros e super legais.

Sempre tem aquele que gastou pouco agradou a pessoa que recebeu o presente e ainda recebeu um presente caro e legal. Sempre tem aquele que dá um presente sem noção só pra sacanear o(a) amigo(a), e ainda fica rindo da cara de decepção da pessoa. E sempre tem aquele que compra um presente caro, se esforça pra agradar a pessoa e por fim recebe um presente sacana. FFFFUUUUUUU.

Já dizia o poeta: “A vida não é justa, e a porcaria da justiça ainda é cega.”

Com tudo isso eu aprendi que o mais importante é a confraternização, brincadeiras, momentos felizes com quem gostamos (e as vezes até com quem não gostamos, mas que estão na brincadeira), e deixar pra reclamar dos presentes só quando chegar em casa.

Boas festas!!!

Anúncios