Category: Acontecimento do Acre


Eu sou muito habilidoso e mereço uma chance na NBA.

 

 

 

 

 

 

just having fun.

Eu postei aqui Uns Rabiscos Qualquer! do Vince Low, daí o Abner resolveu fazer os rabiscos de um auto-retrato. Esse foi o resultado:

foto0026

Que venham mais rabiscos. Veja outra arte dele: Art Fruit.

Quando a única rodovia que liga o estado do Acre ao resto do Brasil fica interditada (por conta das cheias dos rios Acre e Madeira) e todos os recursos que vêm de ‘fora’, inclusive gasolina, não chegam, eis que surgem ideias alternativas.

E a alternativa dos profissionais do transporte para driblar a falta de gasolina foi essa:

(Postado por Moises Pinheiro no facebook)

 

A galera da RBTRANS curtiu. kkkkkk #sqn BA DUM TSSS

“Nota de repúdio

Ainda estou perplexa e chocada com os fatos presenciados na madrugada de segunda, dia 30 deste mês, na Expoacre, paralelamente ao tão falado show do tal Cristiano Araújo. Minha indignação aqui, não é pelo atraso ou má gerência da organização do evento, até porque sequer entrei (ou cogitei) assistir ao show.
Certo, vamos aos fatos:
Por volta das 3h da manhã, estava com alguns amigos em frente ao box da polícia, conversando e dançando, quando, percebemos uma grande movimentação de policiais próximos ao local. Eram aproximadamente 20 homens, em semicírculo caminhando na direção do box, então, percebemos que no meio havia um rapaz, sem blusa, aparentando ter 1,80cm, franzino e, visivelmente, embriagado. A cena era realmente intrigante, o tamanho do itinerário que, sem sucesso, tentavam deter o cidadão! Não bastasse nenhum dos “preparados” policiais ter a genial ideia de algemar o rapaz, tentaram, também em vão, dar uma “chave de pescoço”. A situação já passava dos 7 minutos, chegaram mais policiais, e nada de controlarem a inquietude do dito cujo. E então é que começou uma das cenas mais brutais que tive o desprazer de presenciar na vida (em se tratando de um evento como a EXPOACRE), sem sucesso nas técnicas e provavelmente nenhum deles tinha acesso à algo tão simples como uma algema, começaram a descarregar, inúmeras e sequenciais vezes choques no rapaz, já semidesacordado, só de cueca, estirado no chão. Perdemos a conta de quantas vezes foram disparados, diretamente, os choques da Taser.
Quem estava assistindo àquilo, chocado e revoltado com a cena, começou então a apelar aos policiais que parassem a tortura, claramente desnecessária! Tentamos, por diversas vezes, falar com os policiais, alguns até mais acalorados, devido ao impacto que a cena nos causava. Fomos agredidos verbalmente, empurrados e ameaçados (parece ser a única forma de diplomacia utilizada pelos mesmos). Após os protestos, conduziram o rapaz para dentro de uma pequena sala, onde não víamos, mas ainda se ouvia o barulho da Taser e podíamos inferir que aplicavam pontapés no indivíduo.
Passados alguns minutos, uma equipe do SAMU entrou na sala. Dali houve uma rápida movimentação onde três (creio eu) policiais à paisana conduziram o rapaz, todo enfaixado, aparentemente com o queixo quebrado, a um carro civil (que anotei a placa, mas não irei divulgar neste) e saíram. Ficaram ali em volta, alguns policiais, rindo bastante e debochando de quem se indignara com o ocorrido.
Isto só vem de fato mostrar a total ingerência do estado e o evidente despreparo da nossa polícia ante a população. Em casos assim, o que fazer? Chamar a polícia?”

Juliet Matos.

Eu ia fazer um texto sobre isso, mas a Juliet fez primeiro e ficou tão bom que eu achei melhor só copiar. E sobre o texto, é como meu amigo Fernando disse: “Os policiais eram pra ser as pessoas mais inteligente entre os civis. Mas eles insistem em querer fazer concurso pra ensino médio.”

Eu também tinha visto as imagens com a legenda: NO ACRE É ASSIM… que “bombaram” no facebook. Mas foi quando eu vi a proposta do blog Acreano Y Acriano que eu resolvi entrar na brincadeira.

Fiz a minha “montagem”.

Veja mais imagens dessas AQUI. 😉

Economia Solidária cria 1º banco comunitário de Rio Branco.

O Banco Central investe milhões pra criar novas cédulas do Real, cheia de recursos contra falsificações, pra quê? Pra criarem uma moeda comunitária impressa em uma impressora laserjet colorida em papel A4.

Donos de lan house no bairro Vitória vão ficar ricos com o aumento das xerox coloridas que vão ser tiradas.

imagem meramente ilustrativa

Imagens Meramente Ilustrativas

Durante o pseudo terremoto foi algo mais ou menos assim.

Que grande terremoto no Acre, hein?! O meu celular no vibra call tremeu mais a mesa do que esse “terremoto”. O que me impressiona é gente passando mal, nervosismo.
Quanto às piadas sobre, todas válidas, ri muito.

Pelo menos essa é a sensação térmica em um frio de 18°C sentida pelos acreanos.

OK com CQC!

No último sábado rolou o stand up do Marco Luque, e eu estive lá. Mas ele não foi o primeiro do CQC que veio aqui pelas bandas do ACRE. E tampouco o primeiro a fazer stand up por aqui. O primeiro a vir foi o Rafinha Bastos, ele veio em 2008, uma semana antes de estrear o programa. Mas já o conhecia, graças ao Danielzinho, pelo youtube.

Anos depois, início de 2010 eu acho, o apresentador principal veio fazer uma palestra sobre Twitter, comunicações, redes sociais, eu não estive lá, não tenho foto com ele =(. E no final de 2010, para mais um stand up sensacional, o pequeno Pônei, Oscar Filho deu as caras por aqui, com o show Putz Grill, a expressão “Putz Grill” não é mencionada nenhuma vez, ou seja, o show não tem nada a ver com o nome de show. E é claro que eu perguntei pra ele, e ele riu, e não soube explicar. LEGAL.

E finalmente, esse ano, Marco Luque com o show “Tamo Junto”, bem legal. No entanto, ele é um ator de teatro, faz personagens, e é melhor fazendo personagens do que stand up. Mas foi bem legal.

Estamos esperando o Danilo Gentili.

Rafinha Bastos. Na minha opnião o melhor!

 ps.: Eu sou o do cinza, o de vermelho é o Danielzinho. Essa foto tem uma história engraçada.
ps2.: Eu não sou tão baixo, mas olha o tamanho desse cara.

Oscar Filho

 Esse cara é muito gente fina. O show foi massa. E com a companhia dessa galerinha aí foi d+ (Renata, Ketlyn, Abner, Oscar Filho, OK e Fábio Ricardo).

Ps3.: Fazendo o Sinal de OK!

Marco Luque

 Com a mesma panelinha no Tamo Junto com Marco Luque (Fazendo o sinal de OK!).  Ele é um ator de teatro, fica melhor fazendo personagens do que stand up, mas foi bem legal.

————————————————————————————————————————————————–

ps4.: Rolou também um espetáculo com 3 feras do stand up, Murilo Couto, Murilo Gun e Rogério Morgado. E um lance engraçado que aconteceu foi que o Murilo Couto ficou andando sozinho na entrada do teatro, curtindo o “anomimato”, ou fazendo um teste pessoal de popularidade (acho que ninguém reconheceu ele), e ele ainda ficou sentado no meio da platéia até a hora dele se apresentar. E eu fiquei com aquela sensação “de onde eu conheço esse cara?”. Não tive a chance de tirar fotos com eles fazendo o sinal de OK! mas tudo bem.

Pra quem aprecia teatro e/ou cultura local, uma ótima opção de entretenimento: O Santo e a Porca – Filipeta Cortada, uma peça de teatro de Ariano Suassuna, organizada pela galera sensacional do “Nóis da Casa”. Atores locais e muita diversão no enredo da estória. Vale a pena conferir. Dias 06, 07, 08, 13, 14 e 15 de maio (finais de semana).

Eu já assisti e recomendo.