Tag Archive: musica


Duas das minhas bandas favoritas de todos os tempos, que eu conheci ainda na puberdade, lançaram novos álbuns esse ano. Claro que estou falando de RED HOT CHILI PEPPERS e BLINK 182.

red-hot-chili-peppers-getaway-stream-mp3-album

The Getaway – RHCP

Blink-182_-_Calfornia

California – Blink182

É certo de que coisas mudam, pessoas mudam, pensamentos mudam, estilos mudam, bandas mudam. Mas somente os(as) melhores pessoas/bandas conseguem manter a sua essência. Assim como RHCP e Blink182. Por outro lado, é importante para uma banda se adaptar e se renovar para ultrapassar as eras. E essas duas bandas conseguiram fazê-lo.

Dessa forma eu só tenho à agradecer ao RHCP por manter viva a paixão pelo rock old school com uma pegada moderninha (graças ao novo guitarrista Josh Klinghoffer) e ao Blink182 por me lembrar que minha idade não tem nada a ver com minha atitude.

E de brinde a melhor entrevista (que é um karaokê) com RHCP da história.

Dizem que quando você começa uma faculdade, tem um(a) professor(a) que vai te motivar de uma forma diferente dos outros professores. Vai te mostrar a paixão do curso que você achava que nem poderia existir. E eu encontrei essa pessoa logo no meu primeiro período (letras francês – em busca da segunda graduação).

Nathassia Guedes – Literatura.

Ganhei uma motivação extra não só pelo curso, mas também para voltar à escrever e tirar esse (não mais “blog”) site das teias de aranha.

Mas todo retorno é lento e o processo é demorado. Ainda não escolhi um tema para me aprofundar e dissertar sobre, mas para começar vou falar brevemente sobre músicas.

Algumas músicas fazem sucesso e até cantamos, mas, sem fazer nenhum sentido. Por não entendermos a complexidade da letra ou por não termos passado pelas situações que o autor da letra passou e descreve na música. Às vezes é só o ritmo que é contagiante, a letra se encaixa perfeitamente na batida e o o(a) cantor(a) tem uma voz bonita, ou até mesmo é só porque é da nossa banda/artista favorito. O problema é quando você se vê nessas tais situações, e antes o que era apenas uma música legal, passa a retratar um momento da sua vida. E finalmente aquelas músicas começam à fazer sentido. Geralmente músicas de sofrimento ou desabafos. Não sei como a psicologia chama isso, mas essa epifania petrifica.

A grande questão é, ainda vou cantar essas músicas depois do que eu passei?

 

apaixonada-por-leitura-_-knbk-incubadora-fapesp-br1 Mathis, Blue Couch, Le divan bleu, Pastel on paper, 33_02 x 48_26 cm, Dassin Gallery, Los Angeles, California, USA

Provas de Amor!

“Existem provas de amor
Provas de amor apenas
Provas de amor
Não existe o amor
Não existe o amor
Não existe o amor não existe
O amor
Apenas provas de amor” – Titãs.

Bem, vou tentar explicar o que os Titãs quiseram dizer com essa música. Uma CRÍTICA.

O amor é algo intangível, você não vê o “amor”, porque é um sentimento, da mesma forma que você não vê “felicidade”, “tristeza”, “raiva”, “saudade”, etc., você sente.

E quando você diz à uma pessoa que a ama, não é suficiente, você tem que provar. Por meio de gestos, ações, presentes, carinho, etc. Tornar tangível. Porque só dizer que ama não prova que o amor exista de fato. Daí então a crítica de não “existir” o “amor” e sim, “provas de amor”. Eles não querem dizer, com essa música, que o sentimento amor não exista, é só uma crítica, porque as pessoas querem e valorizam “provas de amor”.

O amor, no fim das contas nunca vai existir sem provas de que ele exista mesmo. Do contrário, serão só “palavras, apenas, palavras pequenas, palavras ao vento…”

A música é de 2003 e as provas de amor vão mudando com os anos. Hoje uma prova de amor é dar a senha do facebook, deixar ver as mensagens do celular, entre outras.

Agora, se puxarmos pro lado espiritual, do “amor à Deus”, você também precisa provar que O ama. “As provações” que dizem que passamos pra mostrarmos que somos fiéis, ou seja, “provas de amor” que Deus passa para provarmos o amor. Não basta só dizer que ama. Até Deus precisa de “provas de amor”. Jó é o maior exemplo disso.

Concluindo, existe mesmo o amor ou só provas de amor? rsrs

http://www.youtube.com/watch?v=YWUK46pSyi8

Essa é uma música bem conhecida no Brasil, e de tanto sucesso que Zach Condon resolveu fazer sua versão com sua orquestra, Beirut. Espero que a tradução para o inglês se faça compreensível.
This is a song very known in Brazil, and so much success made Zach Condon make your own version with his orchestra, Beirut. I hope you like the translation.

Leãozinho Little Lion
Caetano Veloso Beirut
Composiçao: Caetano Veloso performance: Beirut
Gosto muito de te ver, leãozinho I like so much to see you, little lion
Caminhando sob o sol Walking under the sun
Gosto muito de você, leãozinho I like so much to see you, little lion
Para desentristecer, leãozinho To enliven my heart, little lion
O meu coração tão só My heart so lonely
Basta eu encontrar você no caminho It’s just I find you in the way
Um filhote de leão raio da manhã; A baby lion morning radius;
Arrastando o meu olhar como um ímã… Dragging my gaze like a magnet…
O meu coração é o sol, pai de toda cor; My heart is the sun, father of all colours;
Quando ele lhe doura a pele ao léu…  When he gilds the skin aimlessly
Gosto de te ver ao sol, leãozinho I like so much to see you, little lion
De te ver entrar no mar To see you go into the sea
Tua pele, tua luz, tua juba Your skin, your light, you mane
Gosto de ficar ao sol, leãozinho I like to stay in the sun, little lion
De molhar minha juba Wetting my mane
De estar perto de você e entrar no mar To be close to you and go into the sea

Música vídeo: Closer to the Edge (assista)

Artista: 30 Seconds From Mars

Frase de uma adolescente entre os jovens convidados pra compartilhar seus sentimentos e a importância da música na vida das pessoas.

Muito boa a frase. Boa filosofia.

A premiação mais prestigiada no cenário musical Norte Americano (e por que não dizer Mundial) vai acontecer dia 21 de Fevereiro de 2012 pra premiar os melhores de 2011. Então vamos às categorias, indicados, minhas opiniões, e minhas dúvidas é clar0. Uma ressalva, só vou comentar e listar as categorias mais importantes e as que eu conheço para poder opinar (até porque são 78 categorias. Para ver lista completa, clique AQUI).

1. Record Of The Year

Rolling In The Deep

Adele
Paul Epworth, producer; Tom Elmhirst & Mark Rankin, engineers/mixers
Track from: 21
[XL Recordings/Columbia Records]

Holocene

Bon Iver
Justin Vernon, producer; Brian Joseph & Justin Vernon, engineers/mixers
Track from: Bon Iver
[Jagjaguwar]

Grenade

Bruno Mars
The Smeezingtons, producers; Ari Levine & Manny Marroquin, engineers/mixers
Track from: Doo-Wops & Hooligans
[Elektra]

The Cave

Mumford & Sons
Markus Dravs, producer; Francois Chevallier & Ruadhri Cushnan, engineers/mixers
Track from: Sigh No More
[Glassnote Records]

Firework

Katy Perry
Mikkel S. Eriksen, Tor Erik Hermansen & Sandy Vee, producers; Mikkel S. Eriksen, Phil Tan, Sandy Vee & Miles Walker, engineers/mixers
[Capitol]
Eu acho que Rolling in the Deep ganha essa. Apesar da grande produção de Firework, Holocene e Granade.
2. Album Of The Year

21

Adele
Jim Abbiss, Adele, Paul Epworth, Rick Rubin, Fraser T. Smith, Ryan Tedder & Dan Wilson, producers; Jim Abbiss, Philip Allen, Beatriz Artola, Ian Dowling, Tom Elmhirst, Greg Fidelman, Dan Parry, Steve Price, Mark Rankin, Andrew Scheps, Fraser T. Smith & Ryan Tedder, engineers/mixers; Tom Coyne, mastering engineer
[XL Recordings/Columbia Records]

Wasting Light

Foo Fighters
Butch Vig, producer; James Brown & Alan Moulder, engineers/mixers; Joe LaPorta & Emily Lazar, mastering engineers
[RCA Records/ Roswell Records]

Born This Way

Lady Gaga
Paul Blair, DJ Snake, Fernando Garibay, Lady Gaga, Robert John “Mutt” Lange, Jeppe Laursen, RedOne & Clinton Sparks, producers; Fernando Garibay, Bill Malina, Trevor Muzzy, RedOne, Dave Russell, Justin Shirley Smith, Horace Ward & Tom Ware, engineers/mixers; Gene Grimaldi, mastering engineer
[Streamline/Interscope/Kon Live]

Doo-Wops & Hooligans

Bruno Mars
B.o.B, Cee Lo Green & Damian Marley, featured artists; Dwayne “Supa Dups” Chin-Quee, Needlz & The Smeezingtons, producers; Ari Levine & Manny Marroquin, engineers/mixers; Stephen Marcussen, mastering engineer
[Elektra]

Loud

Rihanna
Drake, Eminem & Nicki Minaj, featured artists; Ester Dean, Mikkel S. Eriksen, Alex Da Kid, Skylar Grey, Kuk Harrell, Tor Erik Hermansen, Mel & Mus, Awesome Jones, Makeba Riddick, The Runners, Sham, Soundz, Chris “Tricky” Stewart, Sandy Vee & Willy Will, producers; Ariel Chobaz, Cary Clark, Mikkel S. Eriksen, Alex Da Kid, Josh Gudwin, Kuk Harrell, Jaycen Joshua, Manny Marroquin, Dana Nielsen, Chad “C-Note” Roper, Noah “40” Shebib, Corey Shoemaker, Jay Stevenson, Mike Strange, Phil Tan, Brian “B-Luv” Thomas, Marcos Tovar, Sandy Vee, Jeff “Supa Jeff” Villanueva, Miles Walker & Andrew Wuepper, engineers/mixers; Chris Gehringer, mastering engineer
[Def Jam]
Eu acho … acho nada, porque os albuns Doo-Wops&Hoolingans, 21 e Wasting Light estão muito equiparados. Se bem que no Album do Bruno Mars, tem mais hits (mais músicas que fizeram muito sucesso igualmente). Mas tá difícil dizer. Uma indicação que faltou aí foi o Album NEIGHBORHOODS do Blink 182. Tá certo que não ganharia, mas tá tão bom, que merecia uma indicação.
3.  Song Of Ohe Year

All Of The Lights

Jeff Bhasker, Stacy Ferguson, Malik Jones, Warren Trotter & Kanye West, songwriters (Kanye West, Rihanna, Kid Cudi & Fergie)
Track from: My Beautiful Dark Twisted Fantasy
[Roc-A-Fella; Publishers: Very Good Beats/Hip Hop Since 1978]

The Cave

Ted Dwane, Ben Lovett, Marcus Mumford & Country Winston, songwriters (Mumford & Sons)
Track from: Sigh No More
[Glassnote Records]

Grenade

Brody Brown, Claude Kelly, Philip Lawrence, Ari Levine, Bruno Mars & Andrew Wyatt, songwriters (Bruno Mars)
Track from: Doo-Wops & Hooligans
[Elektra; Publishers: Mars Force Music/Bughouse, Music Famamanem/Toy Plane Music/Art For Arts Sake/Late 80s Music/Westside Ind. Music/Studiobeat Music, Warner Tamerlane, Andrew Wyatt, Downtown DMP Songs]

Holocene

Justin Vernon, songwriter (Bon Iver)
Track from: Bon Iver
[Jagjaguwar; Publisher: April Base Publishing]

Rolling In The Deep

Adele Adkins & Paul Epworth, songwriters (Adele)
Track from: 21
[XL Recordings/Columbia Records; Publishers: Universal-Songs of Polygram/EMI Music Publishing]
Agora nesse caso, Rolling in the deep está equiparado com Granade. Mas vamos torcer para que Rolling in the deep vença como Record of the year e Granade como Song of the year. E ressaltando a diferença entre Record e Song é que a primeira é levado em conta a gravação da música, enquanto na segunda são analisados a letra, melodia, produção e outras coisas da própria canção.
5. Best Pop Solo Performance

Someone Like You

Adele
Track from: 21
[XL Recordings/Columbia Records]

Yoü And I

Lady Gaga
Track from: Born This Way
[Streamline/Interscope/Kon Live]

Grenade

Bruno Mars
Track from: Doo-Wops & Hooligans
[Elektra]

Firework

Katy Perry
[Capitol]

F***in’ Perfect

Pink
[Jive Records]
Essa Adele é mesmo um fenômeno. Conseguir fazer uma performance comportada ser tão boa quanto as performances alucinadas e cheias de adereços e efeitos da Lady Gaga, Katy Perry e Pink. Claro que vale o mesmo pro Bruno Mars.
6. Best Pop Duo/Group Performance

Body And Soul

Tony Bennett & Amy Winehouse
Track from: Duets II
[Columbia Records]

Dearest

The Black Keys
Track from: Rave On Buddy Holly
[Fantasy]

Paradise

Coldplay
[Capitol Records]

Pumped Up Kicks

Foster The People
Track from: Torches
[Star Time Intl./Columbia]

Moves Like Jagger

Maroon 5 & Christina Aguilera
Track from: Hands All Over
[A&M/Octone Records]
Seria uma coisa bem interessante uma premiação póstuma, se Body and Soul de Tony Bennett e Amy Winehouse ganhasse. Mas acho que fica entre Moves Like Jagger ou Paradise (ambas muito, muito boas).
8. Best Pop Vocal Album

21

Adele
[XL Recordings/Columbia Records]

The Lady Killer

Cee Lo Green
[Radiculture/Elektra]

Born This Way

Lady Gaga
[Streamline/Interscope/Kon Live]

Doo-Wops & Hooligans

Bruno Mars
[Elektra]

Loud

Rihanna
[Def Jam]
Quem tem a melhor voz? Ah velho, Adele ou Bruno Mars, e mais pra Adele. O Cee Lo Green tem uma voz muito zuada.
9. Best Dance Recording

Raise Your Weapon

Deadmau5 & Greta Svabo Bech
Joel Zimmerman, producer
Track from: 4×4=12
[Ultra Records]

Barbra Streisand

Duck Sauce
Duck Sauce, producers; Duck Sauce, mixers
[Downtown Records]

Sunshine

David Guetta & Avicii
Avicii, David Guetta & Giorgio Tuinfort, producers; Avicii, mixer
Track from: Nothing But The Beat
[Virgin]

Call Your Girlfriend

Robyn
Klas Åhlund & Billboard, producers; Niklas Flyckt, mixer
Track from: Body Talk Pt. 3
[Interscope Records]

Scary Monsters And Nice Sprites

Skrillex
Skrillex, producer; Skrillex, mixer
Track from: Scary Monsters And Nice Sprites
[Big Beat/Atlantic]

Save The World

Swedish House Mafia
Steve Angello, Axel Hedfors & Sebastian Ingrosso, producers; Steve Angello, Axel Hedfors & Sebastian Ingrosso, mixers
[Astralwerks]
De cara já começo dizendo que faltou a indicação de Party Rock – LMFAO (ganharia fácil). Mas na disputa mesmo só Save The World, Barbra Straisend e Sunshine, nessa ordem, as outras são fracas. PARTY ROCK ganharia fácil, e não levou nem uma indicação. Sexy and I know it também seria melhor como indicação.
12. Best Rock Performance

Every Teardrop Is A Waterfall

Coldplay
[Capitol Records/ EMI/ Parlophone]

Down By The Water

The Decemberists
Track from: The King Is Dead
[Capitol]

Walk

Foo Fighters
Track from: Wasting Light
[RCA Records/ Roswell Records]

The Cave

Mumford & Sons
Track from: Sigh No More
[Glassnote Records]

Lotus Flower

Radiohead
Track from: The King Of Limbs
[XL/ TBD Recordings]
Foo Fighter com certeza. Apesar de gostar muito da performance do Colplay. Mas os caras do Foo Fighters são demais. Dave Grohl principalmente, sempre muito louco, sempre sente a música e expressa isso bem demais, evolvendo qualquer um que assista sua performance.
13. Best Hard Rock/Metal Performance

On The Backs Of Angels

Dream Theater
[Roadrunner Records]

White Limo

Foo Fighters
Track from: Wasting Light
[RCA Records/ Roswell Records]

Curl Of The Burl

Mastodon
[Reprise Records]

Public Enemy No. 1

Megadeth
[Roadrunner Records]

Blood In My Eyes

Sum 41
Track from: Screaming Bloody Murder
[Island]
White Limo tá muito boa, mas Blood in my eyes tbm está sensacional. Difícil dizer quem leva essa.
14. Best Rock Song

The Cave

Ted Dwane, Ben Lovett, Marcus Mumford & Country Winston, songwriters (Mumford & Sons)
Track from: Sigh No More
[Glassnote Records]

Down By The Water

Colin Meloy, songwriter (The Decemberists)
Track from: The King Is Dead
[Capitol; Publisher: Osterozhna Music]

Every Teardrop Is A Waterfall

Guy Berryman, Jonny Buckland, Will Champion & Chris Martin, songwriters (Coldplay)
[Capitol Records/ EMI/ Parlophone; Publishers: Edition Pink Music/Hanseatic Musikverklag, Opal Music/Upala Music, Universal Music Publishing, Woulnough Music/Irving Music]

Lotus Flower

Colin Greenwood, Jonny Greenwood, Ed O’Brien, Phil Selway & Thom Yorke, songwriters (Radiohead)
Track from: The King Of Limbs
[XL/ TBD Recordings; Publisher: Ticker Tape Ltd.]

Walk

Foo Fighters, songwriters (Foo Fighters)
Track from: Wasting Light
[RCA Records/ Roswell Records; Publishers: M.J.-Twelve Music, I Love The Punk Rock Music, Living Under A Rock Music, Flying Earform Music, Ruthensmear Music]
Nessa categoria eu vou ser obrigado a falar de uma indicação por uma. The Cave e Down by the water,  são muito fraca, não levam mesmo. Não deveria nem ter sido indicados como melhor música de rock. Gosto muito da banda Radiohead, mas a música Lotus Flower também não está à altura das outras.  Apesar de gostar muito de Coldplay e de ter gostado muito da música Every Teardrop is a Waterfall, mesmo assim não ganha de WALK do Foo Fighters. No lugar das duas primeiras indicações eu indicaria UP ALL NIGHT ou LOVE IS DANGEROUS do Blink182, são músicas de rock muito melhores. Mas quem sou eu?!?!?!
15. Best Rock Album

Rock ‘N’ Roll Party Honoring Les Paul

Jeff Beck
[ATCO]

Wasting Light

Foo Fighters
[RCA Records/ Roswell Records]

Come Around Sundown

Kings Of Leon
[RCA Records]

I’m With You

Red Hot Chili Peppers
[WB]

The Whole Love

Wilco
[dBpm Records/ Anti Records]
Nessa não tem previsão. A única previsão é que ficará entre Wasting Light – Foo Fighters, Come Around Sundown – Kings of Leon e I’m With You – Red Hot Chili Peppers. Só me resta aguardar pra ver.
21. Best Rap Performance

Look At Me Now

Chris Brown, Lil Wayne & Busta Rhymes
Track from: F.A.M.E.
[Jive Records]

Otis

Jay-Z & Kanye West
Track from: Watch The Throne
[Roc-A-Fella Records/Def Jam]

The Show Goes On

Lupe Fiasco
Track from: Lasers
[1st & 15th/Atlantic]

Moment 4 Life

Nicki Minaj & Drake
Track from: Pink Friday
[Cash Money/Universal Motown]

Black And Yellow

Wiz Khalifa
Track from: Rolling Papers
[Rostrum/Atlantic]
A melhor performance é difícil dizer, porque a galera do Chris Brown dança muito, botam pra quebrar mesmo, dançando. Mas mesmo assim os outros caras (Wiz Khalifa, Kenye West, Jay-Z e Lupe Fiasco) mandam muito bem fazendo RAP sem dançar.
23. Best Rap Song

All Of The Lights

Jeff Bhasker, Stacy Ferguson, Malik Jones, Warren Trotter & Kanye West, songwriters (Kanye West, Rihanna, Kid Cudi & Fergie)
Track from: My Beautiful Dark Twisted Fantasy
[Roc-A Fella; Publishers: Very Good Beats/Hip Hop Since 1978]

Black And Yellow

Mikkel Eriksen, Tor Erik Hermansen & Cameron Thomaz, songwriters (Wiz Khalifa)
Track from: Rolling Papers
[Rostrum/Atlantic; Publishers: PGH Sound/WB Music/EMI Music]

I Need A Doctor

Andre Young, Marshall Mathers III, Alexander Grant & Skylar Grey, songwriters (Dr. Dre, Eminem & Skylar Grey)
[Aftermath]

Look At Me Now

Jean Baptiste, Chris Brown, Ryan Buendia, Trevor Smith, Dwayne Carter, Jr., Wesley Pentz & Nick Van De Wall, songwriters (Chris Brown, Lil Wayne & Busta Rhymes)
Track from: F.A.M.E.
[Jive Records; Publishers: Songs of Universal/Culture Beyond Ur Experience, I Like Turtles Music/Downtown Music, Cherry315 Publishing/The Bad Bad Guys, Meloist Music, Mack Music/Young Money Publishing/Warner-Tamerlane Publishing, T’Ziah’s Music]

Otis

Shawn Carter & Kanye West, songwriters (James Brown, Jimmy Campbell, Reg Connelly, Roy Hammond, J. Roach, Kirk Robinson & Harry Woods, songwriters) (Jay-Z & Kanye West)
Track from: Watch The Throne
[Roc-A-Fella/Def Jam; Publishers: Hip Hop Since 1978, EMI Robbins, BMG Gold/Hot Buttermilk Music/BMG Platinum/First Priority/Swing Beat Songs, Universal Music, Dynatone Publishing]

The Show Goes On

Dustin William Brower, Jonathon Keith Brown, Daniel Johnson, Kane & Wasalu Muhammad Jaco, songwriters (Isaac Brock, Dann Gallucci & Eric Judy, songwriters) (Lupe Fiasco)
Track from: Lasers
[1st & 15th/Atlantic; Publishers: Hey Lu Chill, Heavy As Heaven/Universal/Artist Pub. Group West, Dustin William Brown Pub. Designee, Jonathan K. Brown Pub. Designee, Sony/ATV, Best Dressed Chicken In Town, Tschudi Music, Ugly Casanova]
Nessa categoria fica difícil dizer porque a música The Show Goes On é de rap mas também é um dance/pop/balada/party rock. Então com certeza o melhor RAP mesmo, é Black And Yellow, apesar de eu ter gostado muito da música com o meu nome: OTIS. Valeu muito, e ficou muito boa a “homenagem” que o Jay-Z e o Kanye West fizeram para o Otis Redding, uma das lendas do Soul norte americano. I need a doctor é sensacional, tudo que tenha o Eminem no meio fica brilhante (mas claro que Dr. Dre e Skylar Grey também tem todos os méritos).  All of the lights é muito boa, mas mesmo assim ainda acho que não ganha, por conta justamente do pop inserido.
Só pra ressaltar, todos os comentários são de inteira responsabilidade minha, e foram feitos baseados nas minhas preferências musicais (é claro que deu pra perceber), mas também, é claro, que com todo o embasamento e conhecimento musical.


Há muito eu não postava nada dessa série. Mas meu estado emocional me fez lembrar essa música. Claro que com certeza daqui algumas horas eu vou estar como de costume, feliz, bem humorado, sorridente e otimista como sempre. Mesmo sabendo que tudo isso pode me ferrar.
Aquele velho ditado: os bonzinhos só se ferram. E mesmo sabendo disso eu continuo sendo bonzinho. Quando que eu vou crescer?

Por Otis Keener.

Fazia duas semanas que ele tinha começado a compor uma música, mesmo sem ser compositor ou mesmo um músico super talentoso, gostava de compor algumas canções pra tocar em seu violão quando a galera se reunia na casa de alguém. E Jefferson sempre preferia que todos fossem para a casa da Maria Eduarda, porque em sua própria casa, Madu, como era chamada pelos amigos, se sentia mais a vontade e sempre deixava seu corpo ser levado ao som das melodias em uma dança feliz e intensa, como se desligassem o universo e só existisse a dimensão guiada pela vibe criada pelas notas musicais saídas do violão de Jefferson. Mesmo que na casa do Alfredo tivesse piscina, mesmo que na casa da Lú tivesse um gramado enorme no jardim e mesmo que na casa do Fernando não houvesse ninguém, seus pais viajaram, Madu nunca se sentia a vontade completamente ao ponto de se deixar levar pela música e soltar seu corpo naquela dança que transbordava e contagiava a sensação de liberdade.

Mesmo sem dizer uma palavra, todos sabiam que Jefferson era apaixonado por Madu, que insistia em discordar, “ele é só meu amigo, como qualquer um de vocês, e ele é carinhoso assim com todas as amigas dele”, dizia sempre. Mesmo notando o rosto dele ficar todo vermelho quando questionavam isso na sua frente, ela não queria acreditar. Talvez por medo, ou por orgulho, gostava de tê-lo por perto, mas apenas como amigo. Gostava de ouvi-lo tocar e cantar, com uma voz tímida e baixa bem afinada, sempre era encoberta pelos outros que gostavam de cantar aos gritos, e não importava se afinados ou não, a alegria era geral quando ele começava a tocar uma música que todos gostavam.

Das canções que ele criou, todas eram inspiradas nela, e todos sabiam mesmo sem ele dizer nada a ninguém. Mas a sua última composição não estava pronta quando pediram pra ele tocar e cantá-la. E ao ser questionado o motivo, “não estou conseguindo montar uma frase do refrão” disse meio embaraçado. “Diz pra gente que a gente te ajuda” gritou Laurinha, sua amiga mais próxima e a que mais o incentivava a botar pra fora tudo que sentia em suas músicas, pois sabia que esses sentimentos eram por Madu. “Na escuridão, o brilho do luar me faz te enxergar a olho nu, eu gosto é de você Madu”, disse Mauricio o mais brincalhão, como dica para completar a frase que faltava na música. Enquanto todos bolavam de rir, Jefferson sorria amarelo olhando para o violão em seu colo sem perceber que Madu olhava fixo para ele como se perguntasse se aquilo que todos diziam era verdade. “Mas qual a bendita frase que você não consegue terminar?” Perguntou Léa impaciente, sempre impaciente.

“Os olhos que eu não consigo encarar
 Pertencem ao rosto que eu mais gosto de olhar,
Quanto mais eu tento disfarçar,
Mais pareço me apaixonar.
Na juventude hoje no luar
Na velhice de mãos dadas a me guiar
Apenas como amiga não consigo suportar
A vontade intensa que eu tenho de te beijar
 
E quando eu me perco em você encontro meu norte
Se estás longe sinto sua falta e questiono minha sorte
Sorte que me trás você pra perto e tenho que ser forte
Pois te amarei até a morte.”

Cantou suavemente ao som de seu violão deixando todos emocionados e admirados. Mesmo estando em sua casa, dessa vez Madu não dançou. E antes que alguém pudesse falar alguma coisa, Lea questiona novamente: “Mas qual a bendita frase que você não conseguia terminar?” Jefferson respirava pesado. “Eu não consegui colocar o nome a Maria Eduarda na música.”

A música era o meio que ele havia encontrado para se declarar. Todos perplexos olhando para Madu e para Jefferson como em um jogo de tênnis assistido na lateral da quadra. Madu olhando fixo para Jefferson sem saber o que dizer, mas se mantendo sempre como se tivesse controle da situação. “O que você disse na música é pra mim? E é verdade?” Envergonhado, com o rosto vermelho, mãos trêmulas e suadas, mal conseguiu dizer um “sim” engasgado, com o olhar fixo para baixo. Ninguém tinha coragem de dizer nada, não queriam interromper aquele momento que era tão esperado, até mesmo Mauricio, que sempre tirava brincadeira nos momentos mais impróprios, ficou calado, apesar de ter pensado em várias coisas pra dizer.

O silêncio perdurou alguns segundos, que pareciam horas. Quando finalmente Madu respirou e disse: “Jefferson, toca aquela música Pais e Filhos do Legião Urbana?!” “Claro.” E começou a tocar, todos acompanharam cantando mesmo sem entender nada, e esqueceram a declaração de Jefferson, pelo menos por enquanto.

————————————————————————————————

Dessa vez preciso que comentem dizendo se gostaram ou não, e dependendo dos comentários talvez eu continue a estória, ou paro de escrever de uma vez por todas oO.

Qualquer elogio ou xingamento por email ou twitter, por favor. otis_keener@yahoo.com.br ; @Okeener ; thanks.

 “O tempo não está agindo bem,
Não faz com que eu me mova mais,
Qual a razão de minha existência,
Que não andar conforme o vento?
Alguns dizem que isso deveria ocorrer com a música,
Outros, que a música apenas segue seu curso,
Mas eu gosto do acordes inversos,
Da música que termina antes de começar,
Poderia escrever sobre amor,
Sobre belas garotas e belas façanhas,
Belos sorrisos e olhares firmes,
Mas com que sentido?
Meus dias correm,
Enquanto meu coração apenas anda devagar,
E no momento, espero que ele não se apresse,
Que olhe para os lados antes de atravessar,
Queria que o amanhã refletisse minha alma,
e que dela se despedisse ao passar,
Cores tão misturadas que se tornam uma,
Não há nada que o céu não possa curar,
A incertezas que fazem parte de minha vida,
Tornam certo o que eu antes não acreditava,
Talvez deva dormir um pouco,
Talvez eu acorde em outra cama.”
[Jose Ortiz]

———————————————————————————————Compartilhe seus textos, vídeos, imagens, curiosidades, etc. aqui, envie para otis_keener@yahoo.com.br 😉

Resposta

Answer

Skank

Skank
Composição: Samuel Rosa e Nando Reis Composition: Samuel Pink* and Nando Kings*

Bem mais que o tempo

Much more than the time

Que nós perdemos

That we lost

Ficou prá trás

Stayed behind

Também o que nos juntou

Also what us joined

Ainda lembro

Still remember

Que eu estava lendo

That I was reading

Só pra saber

Just to know

O que você achou

What you think

Dos versos que eu fiz

Of the verses that I did

E ainda espero

And I still wait

Resposta…

Answer…
   

Desfaz o vento

Breaks the wind

O que há por dentro

What have inside

Desse lugar

This place

Que ninguém mais pisou

That no one else stepped
   

Você está vendo

Are you seeing

O que está acontecendo

What’s happening

Nesse caderno

In this book

Sei que ainda estão…

I know that still are…

 

 

Os versos seus

Your verses

Tão meus que peço

So mine that I ask

Dos versos meus

Of my verses

Tão seus que esperem

So yours that wait

Que os aceite…

You to accept them
   

(REFRÃO)

(CHORUS)

Em paz eu digo que eu sou

In peace I say that I am

O antigo do que vai adiante

The old than goes ahead

Sem mais eu fico onde estou

No more I stay where I am

Prefiro continuar distante…

Prefer to keep away…
   

Bem mais que o tempo

Much more than the time

Que nós perdemos

That we lost

Ficou prá trás

Stayed behind

Também o que nos juntou

Also what us joined

Ainda lembro

Still remember

Que eu estava lendo

That I was reading

Só prá saber

Just to know

O que você achou…

What you think…
   

Dos versos seus

Of your verses

Tão meus que peço

So mine that I ask

Dos versos meus

Of my verses

Tão seus que esperem

So yours that wait

Que os aceite…

You to accept them
   

(REFRÃO)

(CHORUS)

*Brincadeirinha com o nome dos cantores, até porque todo mundo sabe que nome próprio não se muda. ou pelo menos deveria saber e se não sabia sabe agora